Indicador do algodão volta a reagir neste começo de julho

Foto: Abapa/Divulgação

Os preços internos do algodão voltaram a reagir neste início de julho. Segundo pesquisadores do Cepea, a sustentação vem da restrição de vendedores, que, neste início de safra, se mostram incertos quanto à produtividade e à qualidade da pluma. Além disso, muitos produtores já comprometeram bons volumes por meio de contratos a termo, limitando a oferta no spot.

Pesquisadores do Cepea ressaltam que as variações positivas só não foram mais intensas devido à resistência de compradores em pagar valores maiores e à maior oferta de tradings ao mercado interno, tendo em vista que a venda doméstica remunera mais que as exportações.

No acumulado da parcial de julho, o Indicador CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, subiu 3,68%, fechando a R$ 4,8639/lp na terça-feira, 6.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: