Mais de 5,5 mil agricultores gaúchos começam a receber sementes de milho e sorgo

Foto: Fernando Dias/Seapdr

Os 5.627 agricultores de 147 municípios gaúchos que solicitaram sementes de milho e sorgo do Programa Troca-Troca de Sementes, Safrinha 2020/2021, em junho, já começaram a recebê-las. Os pedidos foram feitos por meio de 178 entidades, sendo 101 prefeituras, 68 sindicatos e 9 associações e cooperativas.

Conforme o chefe da Divisão de Sistemas Produtivos da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), Jonas Wesz, os agricultores vão receber um total de 16.323 sacas, sendo 6.431 sacas de milho híbrido convencional; 9.820 sacas de milho híbrido transgênico; e 72 sacas de sorgo híbrido. “O valor total envolvido na Safrinha é de R$ 4,5 milhões. Deste montante, o estado aporta R$ 640 mil como subsídio para os agricultores”, destaca.

Wesz esclarece que, normalmente, as sementes relativas aos pedidos do período de cultivo da safrinha são entregues para entidades e agricultores a partir do mês de dezembro. “Porém, neste ano, o programa teve uma série de melhorias, e uma delas é a qualificação das entregas dentro de um cronograma mais adequado aos agricultores.”

Segundo o secretário de Agricultura do Rio Grande do Sul, Covatti Filho, a antecipação na entrega das sementes foi uma demanda das entidades representativas do setor agropecuário, devido à ocorrência de estiagem em algumas regiões do Estado, com registros inclusive de perda total, onde se faz necessária nova semeadura. “Essa ação possibilitará que o agricultor que tenha perdido a lavoura tenha em mãos a semente e, no caso de melhoria das condições de clima, possa de forma ágil efetuar novo cultivo. Da mesma forma, os agricultores que não perderam o primeiro cultivo, estando já com a semente da safrinha em sua propriedade, poderão fazer a semeadura na época mais adequada para a produção do milho safrinha, assim que as condições de chuva melhorarem”.

Jonas Wesz salienta ainda que, na etapa da Safra, que é o maior período de cultivo no Estado, o Programa já entregou 134 mil sacas de semente de milho e sorgo, beneficiando 45 mil agricultores nos cultivos realizados nos meses de julho, agosto e setembro.

“No total, somando as etapas de safra e safrinha, o Programa Troca-Troca de Sementes disponibiliza mais de 150 mil sacas de sementes e movimenta R$ 34 milhões, dos quais R$ 5,8 milhões são colocados com recursos do Estado na forma de subsídio para aquisição das sementes.”

As entregas das sementes de milho e sorgo, via Programa Troca-Troca, começaram nessa sexta-feira 20.

Da Seapdr

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta