Projeto permite que fundo ambiental aplique em extrativismo sustentável

Deputado Célio Studart – Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O Projeto de Lei 5048/20 torna o extrativismo sustentável uma das áreas prioritárias para receber recursos do Fundo Nacional de Meio Ambiente (FNMA). O texto tramita na Câmara dos Deputados.

O extrativismo sustentável é uma forma de exploração da natureza que utiliza técnicas que causam o mínimo impacto ambiental.

A proposta é do deputado Célio Studart (PV-CE). “Ao contrário do que prega o senso comum, a defesa do meio ambiente não se descola do desenvolvimento econômico. O que se busca é a coexistência entre os dois. Afinal, a finalidade do ambientalismo é a proteção da vida”, disse Studart.

Criado pela Lei 7.797/89, o FNMA tem o objetivo desenvolver projetos que visem ao uso racional e sustentável de recursos naturais. Entre as aplicações prioritárias atuais dos recursos estão as unidades de conservação, a educação ambiental e a recuperação de áreas degradadas.

Da Agência Câmara de Notícias

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: