Exportação de carne de frango de Goiás cresce 37,1% em volume no acumulado do ano

Foto: Agência Brasil

Goiás exportou 176,2 mil toneladas de carne de frango, no acumulado de janeiro a outubro de 2020, correspondendo a um total de US$ 279,9 milhões, segundo a edição de dezembro do boletim Agro em Dados, elaborado pela Gerência de Inteligência de Mercado da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa). O total representa um aumento de 37,1% no volume embarcado e de 16% no valor obtido, em relação ao mesmo período do ano passado.

Conforme detalha o boletim, enquanto o país apresentou retração de 1,5% no volume negociado de janeiro a outubro, em relação ao mesmo período de 2019, Goiás registrou aumento na quantidade exportada, mesmo com a cotação internacional em patamares inferiores a 2019. Na avaliação da Seapa, essa desvalorização do produto no mercado internacional tem sido compensada pelos grandes volumes exportados pelo estado e pelo dólar valorizado frente ao real.

Os dados apontam ainda a comercialização da carne de frango goiana, no acumulado do ano, para 81 países. Desses, 47 registraram aumentaram as compras.

O estado se destaca como o quarto maior estado exportador de carne de frango, com participação de 5,2% da quantidade embarcada pelo país. Os principais destinos foram Japão (20,1% do total), Arábia Saudita (16,7%) e China (11,5%).

Mercado interno

Quanto ao mercado interno, a demanda tem sido impulsionada pela competitividade da carne de frango na comparação com as outras proteínas animais, como as carnes bovina e suína.

Mesmo assim, no mercado regional, segundo o Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag), na quarta semana de novembro, em Goiás, o preço médio do frango vivo foi de R$ 4,23/Kg, estável em relação à semana anterior. Para os próximos meses, a tendência do mercado é que os preços e a demanda sigam em alta.

Na avaliação do secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, embora haja elevação dos custos de produção da carne de frango, puxados pelo aumento do custo de nutrição do animal, a avicultura tem se mostrado competitiva.

“Apesar do aumento dos custos de produção, a demanda pela carne de frango segue em alta, tanto em Goiás, quanto em diversos países, o que torna a carne competitiva no mercado. Nosso estado tem capacidade de atender a ambos mercados e a tendência segue de valorização do setor”, reforça.

Além disso, na opinião do secretário, o estado também tem feito sua parte no incentivo ao setor. “Na última reunião da Câmara Deliberativa do Conselho de Desenvolvimento do Estado do FCO [Fundo Constitucional do Centro-Oeste], por exemplo, do total de R$ 21,6 milhões em recursos aprovados, 13% era voltado à avicultura. Isso dá cerca de R$ 2,69 milhões apenas nesta última reunião, e o investimento para o setor tem sido presente nas diversas aprovação feitas ao longo do ano”, assinala. “Esses investimentos mostram que o Governo de Goiás tem se preocupado com a cadeia e beneficiado produtores de todo o estado.”

O boletim informativo Agro em Dados também traz, nesta edição, dados referentes a outras atividades da pecuária, como bovinos, suínos e leite, além de informações sobre produção de soja, de milho e, mais detalhadamente, de algodão. Traz ainda dados do trabalho desenvolvido pela vinculadas da secretaria: Emater, Agrodefesa e Ceasa.

Acesse o boletim informativo Agro em Dados, de dezembro, completo neste endereço: https://www.agricultura.go.gov.br/files/Agro-em-Dados-2020/DEZEMBRO-AGROEMDADOS.pdf

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: