Goiás amplia área plantada de soja, arroz e feijão na safra 2020/2021

Foto: Larissa Melo/Gov. GO/Divulgação

A safra de grãos 2020/21 de Goiás deve atingir 27,2 milhões de toneladas, segundo a mais recente estimativa divulgada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Mapa). Caso a previsão se confirme, o estado deve se manter como quatro maior produtor nacional de grãos, em uma área plantada de 6,1 milhões de hectares.

A soja continua sendo o carro-chefe da agricultura goiana em volume, com a estimativa de 13,4 milhões de t. O número representa um crescimento de 2,1% em produção em relação à safra 2019/2020. A previsão de área plantada com a oleaginosa é de 3,7 milhões de hectares (aumento de 4,2% n comparação com o ciclo passado).

Em volume, o milho também aparece com boas perspectivas para a safra 2020/2021, com estimativa de produção de 11,9 milhões de t. O sorgo é igualmente destaque nas projeções da Conab, com previsão de colheita de 1,2 milhão de t, aumento de 17,5% em relação à safra anterior.

Ainda conforme a Conab, houve expansão da área plantada de arroz e feijão no estado. A área destinada ao arroz cresceu 7,1%, em relação à safra anterior, com produção estimada em 127,2 mil toneladas. Já o feijão teve aumento da área plantada em 2,2%, com colheita projetada em 329,8 mil toneladas.

Esforço do agro goiano

Para o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, apesar dos dados ainda serem bem preliminares, o esforço para aumentar a produção de grãos em Goiás ganha destaque.

“Vemos, por exemplo, que os produtores do nosso estado estão plantando mais arroz e feijão, além da tradicional soja, que também teve crescimento na área plantada. Isso mostra uma resposta do setor para aumentar ainda mais a produção de alimentos e garantir a segurança alimentar da população”, diz Antônio Carlos.

“Do lado do estado, o governo de Goiás está trabalhando para garantir esses investimentos, a exemplo das cartas aprovadas do Fundo Constitucional do Centro-Oeste, o FCO, que tem destinado recursos para a melhoria da produção”, ressaltou o secretário.

“É claro que ainda estamos muito no início da safra e alguns fatores podem interferir na produção, a exemplo do clima. Mas estamos colocando nossos esforços, junto com o dos produtores, para continuarmos entre os líderes da produção de grãos no Brasil”, pontua Antônio Carlos.

Outras produções

Também foi divulgado, nessa quinta-feira 10, o Levantamento Sistemático da Produção Agropecuária (LSPA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O destaque é a produção de cana-de-açúcar em 2020, com 76,8 milhões de toneladas e aumento de 1,6% em relação a 2019. Com isso, o estado se mantém como o 2º maior produtor nacional.

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: