Safra das secas se intensifica, e preços da batata recuam

Foto: Paulo Lanzetta/Embrapa

O preço médio da batata lavada tipo ágata recuou neste início de junho na média das lavadoras do país. Segundo pesquisadores do Hortifruti/Cepea, essa desvalorização, que já era esperada, é reflexo da intensificação da safra das secas em diversas regiões, como Curitiba e São Mateus do Sul, no Paraná, e, mais recentemente, o Cerrado de MG. Além dessas, outras praças já começam a ofertar seus produtos, como Cristalina (GO) e o sudoeste paulista.

Apesar do maior volume disponível e da consequente desvalorização da batata, os preços ainda estão em patamares elevados. Entre 1º e 7 de junho, a média da batata lavada tipo ágata foi de R$ 72,10 (ponderada pela classificação), na média das lavadoras do país, 15% inferior ao de maio, de R$ 84,83 (também ponderado pela classificação).

Segundo colaboradores do Cepea, a expectativa para o restante do mês é de que os valores médios se mantenham acima dos custos de produção, mesmo diante da tendência de queda. Já no segundo semestre, a oferta deve ser ainda mais expressiva, e os preços podem cair significativamente caso a demanda permaneça enfraquecida.

Do Cepea

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: