Com retração vendedora, preços do etanol seguem em alta

Incertezas quanto aos efeitos adversos do clima sobre as lavouras de cana-de-açúcar continuam influenciando o comportamento do segmento vendedor. Na última semana, poucas usinas estiveram ativas no mercado, e os preços dos etanóis no estado de São Paulo subiram em quase todos os dias do período. Nas distribuidoras, houve diminuição do volume negociado, especialmente de etanol hidratado.

Entre 9 e 13 de agosto, o Indicador CEPEA/ESALQ do hidratado fechou a R$ 3,1382/litro, avanço de 3,51% frente ao da semana anterior. No caso do anidro, o Indicador CEPEA/ESALQ foi de R$ 3,5733/litro, alta de 3,11%, no mesmo comparativo. Nessa tendência de alta de preços, levantamento do Cepea mostra que, no acumulado da atual safra (de abril/21 até a semana passada), o Indicador CEPEA/ESALQ do etanol hidratado registra alta de 35,5%, em termos nominais, e o do anidro, de 41,5%.

Com o anidro se valorizando um pouco mais que o hidratado, a diferença entre os preços médios desses biocombustíveis está em 14,7% na parcial da temporada, contra 13,4% no mesmo período de 2020 e 12,6% na parcial da safra de 2019. Segundo pesquisadores do Cepea, a menor competitividade do etanol hidratado frente à gasolina C nos postos também influencia esse movimento.

Do Cepea

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: