Mercado segue atento ao desenvolvimento da safra 2021/22

Foto: Mônica Marli/Agência IBGE

As atenções de agentes do setor de soja estão voltadas ao desenvolvimento das lavouras e à colheita no Brasil, iniciada de forma ainda lenta no Paraná e em Mato Grosso. Segundo pesquisadores do Cepea, a expectativa é de que os trabalhos de campo se intensifiquem entre o final de janeiro e o começo de fevereiro.

As áreas de cultivo precoce têm registrado baixa produtividade, diante das chuvas tardias, gerando preocupações quanto à oferta da safra 2021/22. O cenário mais preocupante é verificado no Sul do país. No Paraná, apenas 2% da área semeada havia sido colhida até o final da semana passada, mas as condições das lavouras estão cada dia piores.

Já produtores do Sudeste e de parte do Centro-Oeste do Brasil ainda estão otimistas quanto à safra de soja e esperam por produção volumosa nestas regiões.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: