Procura por óleo de soja cresce, e preços são recordes no Brasil e no exterior

Foto: Abiove/Divulgação

O significativo aumento da demanda mundial por óleo de soja levou os preços do derivado a patamares recordes no Brasil e nos Estados Unidos. Segundo pesquisadores do Cepea, a redução das exportações de óleo de girassol da Ucrânia, devido ao conflito com a Rússia, e a escassez de óleo de palma na Indonésia aqueceram a procura global por óleo de soja. Além disso, a valorização do petróleo também eleva o interesse por biodiesel, que tem o óleo de soja como a principal matéria-prima.

Do lado da oferta, há incertezas quanto à disponibilidade do derivado na Argentina (principal exportadora mundial de derivados de soja), devido à menor colheita do grão nesta temporada. Com isso, importadores redirecionaram as aquisições ao Brasil e aos Estados Unidos.

Na CME Group (Bolsa de Chicago), o contrato de primeiro vencimento do óleo foi a US$ 0,7954/lp (US$ 1.753,54/tonelada) na quarta-feira, 2, o maior valor da história. Os prêmios de óleo de soja também subiram no Brasil, dando sustentação às cotações domésticas. Na cidade de São Paulo, o preço do derivado (com 12% de ICMS) subiu 5,1% entre 24 de fevereiro e 3 de março, para R$ 9.124,17/tonelada na quinta-feira, 3 – o maior valor da série do Cepea, iniciada em jul/98.

Do Cepea

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: