Movimento de alta dos preços da mandioca perde força

Foto: Divulgação

O clima dos últimos dias favoreceu a retomada da colheita de mandioca, principalmente pelos agricultores com necessidades de caixa ou de liberar áreas de arrendamentos. Além disso, com o aumento no teor de amido das raízes – que teve média semanal de 501,68 gramas entre 25 e 29 de abril –, a comercialização avançou, também incentivando a colheita.

Assim, o movimento de alta dos preços, observado há alguns meses, se enfraqueceu, e o valor médio nominal a prazo da tonelada de mandioca posta fecularia subiu 0,11% na última semana de abril, para R$ 831,63 (R$ 1,4463 por grama de amido). Atualizado (deflacionamento pelo IGP-DI), esse valor é 58% maior que o do mesmo período de 2021.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: