Conab: Leilões incentivam escoamento de mais 210 mil toneladas de milho do CO

milhex
Leilões ajudam a garantir preço ao produtor – Olímpio P. O. Filho/Embrapa

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realizou, nesta sexta-feira (25), mais dois leilões em apoio ao escoamento de milho do Centro-Oeste. A primeira operação (Aviso 177) comercializou, por meio do Prêmio para Escoamento de Produto (PEP), 120 mil toneladas do produto, 87,89% do total ofertado. Já a segunda (Aviso 178) negociou Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro) para 90 mil t, 69,38% do total oferecido.

Em abril deste ano, o Conselho Interministerial de Estoques Públicos (Ciep) autorizou a realização destes leilões, até o limite de R$ 500 milhões, com o objetivo de garantir preço ao produtor de milho. Outra finalidade é incentivar o escoamento do excedente de produção para os grandes centros consumidores.

Desde então, a Conab negociou Pepro para 9,22 milhões de toneladas de milho e PEP para 1,75 milhão de t, totalizando R$ 457,3 milhões em subvenção.

O PEP é um prêmio concedido ao arrematante que adquire e transporta o produto especificado nos editais, onde são definidos a origem e o destino da mercadoria, conforme o preço fixado pelo governo. O grão deve ser comprado diretamente do produtor rural ou cooperativa. O interessado precisa estar cadastrado em uma bolsa de mercadorias e garantir o preço mínimo ao produtor.

Já o Pepro é um prêmio concedido ao produtor rural ou a sua cooperativa que se disponha a vender o produto pela diferença entre o preço mínimo ou valor de referência estabelecido e o valor do Prêmio Equalizador arrematado. É lançado quando o preço de mercado está abaixo do preço mínimo ou do valor de referência.

Confira os resultados dos leilões:
PEP
Pepro

*Com informações da Conab

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: