Deputado de Rondônia defende criação de patrulhas de PMs para segurança rural

deputado luiz claudio
Deputado Luiz Cláudio é a favor do porte de arma de fogo para produtores – Billy Boss/Câmara

O deputado Luiz Cláudio (PR-RO) defendeu nesta quarta-feira (27) que os governos estaduais criem patrulhas rurais de polícias militares para fazer a segurança pública nas áreas de propriedades agrícolas. O parlamentar também cobra dos estados o monitoramento permanente das localidades de produção agropecuária.

“O problema de segurança no campo é muito grave. Até a polícia se descolocar para chegar lá, os bandidos roubam tudo que estiver à disposição, desde gado até café”, disse o deputado, favorável ao projeto de lei que institui o porte rural de arma de fogo para produtores e trabalhadores do setor em todo o país.

“Na realidade, essa proposta vai legalizar a posse de arma de fogo pelo produtor, o que já é uma tradição. A posse de arma é uma necessidade para quem vive no campo, longe de tudo e desassistido em termos de segurança pública”, reforçou o deputado rondoniense.

“Tenho certeza que a medida não aumentará a violência no país. É preciso autorizar o porte e fazer com que os órgãos de segurança pública orientem os produtores, sejam pequenos, médios ou grandes, a usar corretamente a arma de fogo”, acrescentou o parlamentar.

Roubo de cargas

De acordo com Luiz Cláudio, em Rondônia, assim como em outros estados, é preocupante o roubo de café, gado e de cargas com produtos agrícolas. “O roubo de cargas fora da propriedade, ou seja, aquelas que saem da zona rural para os centos consumidores ou exportadores, cresce cada vez mais. Tanto que algumas seguradoras estão se negando a fazer seguro de cargas por causa da ação dos ladrões”, revelou o deputado.

Luiz Cláudio se manifestou sobre o assunto durante a audiência pública da Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados que debateu o Projeto de Lei nº 6.717, de 2016, de autoria do deputado Afonso Hamm (PP-RS) e relatado pelo deputado Alberto Fraga (DEM-DF).

“Só no meu estado, Rondônia, temos cerca de 500 mil pessoas vivando no campo. A população rural precisa do porte rural de arma de fogo e também que o estado lhe garanta segurança pública”, ressaltou Luiz Cláudio.

O projeto de lei disciplina a concessão do porte aos proprietários e aos trabalhadores residentes na área rural que dependam do emprego de arma de fogo para a defesa pessoal, familiar ou de terceiros e patrimonial. A licença para o porte rural de arma de fogo terá validade de dez anos e será restrita aos limites da propriedade rural.

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: