Campanha Gaúcha busca selo de qualidade para seus vinhos finos

a - vinhedos campanha gaucha 17
Região deve receber Indicação Geográfica em 2018 – Henrique dos Santos/Embrapa

A Associação dos Produtores de Vinhos Finos da Campanha Gaúcha protocolou no escritório do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), em Porto Alegre, pedido de reconhecimento de Indicação Geográfica (IG), na modalidade Indicação de Procedência (IP), para os vinhos finos da região.

Os produtos que buscam o selo da IG são os vinhos finos tranquilos e espumantes. As uvas usadas para fabricá-los são cultivadas em vinhedos que utilizam o sistema de espaldeiras. O pedido é resultado de um trabalho de mais de cinco anos coordenado pela Embrapa Uva e Vinho, com a participação de várias entidades.

A IP será um marco para a região, diz o presidente da Associação dos Produtores de Vinhos Finos da Campanha Gaúcha, René Ormazabal Moura. “Ela trará um selo de qualidade aos nossos produtos. Hoje, temos um conjunto de informações da vitivinicultura da região que pode auxilia o produtor na tomada de decisão.”

Com o pedido, a associação entregou um dossiê técnico feito por uma equipe interdisciplinar. A documentação contém, entre outras informações, a delimitação da área geográfica da IP, o Regulamento de Uso para os Vinhos da IP, o plano de controle dos produtos, a caracterização geográfica – incluindo geologia, solo, relevo, clima, viticultura e vinícolas produtoras, características dos vinhos, processos de produção vitícolas e enológicos, além do descritivo histórico e do renome da região.

a _ vinhos campanha gaucha
Associação leva ao INPI pedido de reconhecimento de IG – Maria Canovas Moura/Embrapa

Originalidade dos vinhos

“A originalidade desses vinhos amplia e valoriza a qualidade e a diversidade da vitivinicultura brasileira”, segundo Jorge Tonietto, que coordenou o trabalho de estruturação da IG. Segundo ele, esta será a primeira IG de vinhos finos brasileiros a ser reconhecida fora da tradicional região produtora da Serra Gaúcha.

A viticultura na Campanha Gaúcha teve início a partir dos investimentos do grupo Almadén nos anos 1980, que plantou o maior vinhedo contínuo da América do Sul. Atualmente, a região conta com mais de 1500 hectares de vinhedos e diversas vinícolas elaborando vinhos finos de qualidade.

De acordo com Tonietto, a Campanha Gaucha apresenta o clima mais quente entre as regiões vitícolas do sul do país, com chuvas bem distribuídas e boa insolação. Além disso, tem áreas de planície com encostas de baixa declividade, facilitando o uso da mecanização nos vinhedos.

A expectativa da Associação dos Produtores de Vinhos Finos da Campanha Gaúcha é que o reconhecimento seja concedido em 2018. “O consumidor já conhece os vinhos da Campanha Gaúcha, mas quando passa a ter os certificados e as premiações aumenta a visibilidade e é isso o que o consumidor quer”, reforça Moura.

Vinícolas filiadas à Associação dos Produtores Vinhos da Campanha Gaúcha

Batalha Vinhas & Vinhos; Bodega Sossego; Bueno Bellavista Estate; Cooperativa Agroindustrial Nova Aliança Dunamis; Estância Paraizo; Guatambu Estância do Vinho; Rigo Vinhedos e Olivais/Vinhos Dom Pedrito; Routhier & Darricarrère; Seival Estate; Vinhos Salton; Vinícola Almadén; Vinícola Campos de Cima; Cordilheira de Santana; Vinícola Peruzzo; Vinícola Vinhetica.

SAIBA MAIS SOBRE IG

O registro de Indicação Geográfica (IG) é conferido a produtos ou serviços característicos do seu local de origem, o que lhes atribui reputação, valor intrínseco e identidade própria, além de os distinguir em relação aos seus similares disponíveis no mercado. São produtos que apresentam uma qualidade única em função de recursos naturais, como solo, vegetação, clima e saber fazer (know-how ou savoir-faire). O Instituto Nacional de Propriedade Industrial – INPI é a instituição que concede o registro e emite o certificado.

Existem duas espécies ou modalidades de Indicação Geográfica: “Indicação de Procedência (IP)” e “Denominação de Origem (DO)”.

Da redação, com informações da Embrapa

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: