Maggi alerta Congresso para não alterar a Lei Kandir

blairo-maggi-beto-barata
Foto: Beto Barata/PR

“Não mexam com o agricultor, porque é ele que dá sustentação ao país”, disse o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, ao mandar recado ao Congresso Nacional para que desista da iniciativa de alterar a Lei Kandir. A lei isenta de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) produtos destinados à exportação.

“Estão querendo taxar o agronegócio em Goiás, em Mato Grosso, no Pará, no Rio Grande do Sul. Não façam isso”, alertou Maggi, ao participar da cerimônia de anúncio da antecipação do custeio da safra 2018/2019, por meio do qual o Banco do Brasil está disponibilizando R$ R$ 12,5 bilhões para aquisição de insumos e serviços agropecuários.

Maggi também se dirigiu ao presidente Michel Temer e ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que estavam na solenidade, nessa terça-feira (30), em Rio Verde (GO). “Portanto, fica, presidente, um alerta a vossa excelência e ao ministro da Fazenda (Henrique Meirelles): minha posição é contrária a qualquer taxação ou criação de qualquer novo imposto sobre o setor que mais dá certo no Brasil”.

Ao falar aos produtores, Maggi endereçou um recado aos ambientalistas e críticos do agro: “Não temos por que ter medo de debater com qualquer um, dentro ou fora do Brasil, e de dizer: somos agricultores, pecuaristas, temos orgulho do que fizemos e contribuímos para o meio ambiente, para manter e melhorar o clima na terra”.

Maggi ainda se mostrou preocupado com a renda do produtor rural. “Infelizmente, nos últimos anos, ao mesmo tempo em que o produtor vem crescendo em produtividade e eficiência, em uso de tecnologia, as suas margens têm ficado cada vez menores. É um sinal de alerta que está acendendo e deve chamar a atenção dos governos estaduais, municipais e do Ministério da Agricultura.”

 Da redação, com informações do Mapa

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: