Deputado Evair de Melo será o relator do projeto do Novo Manual do Crédito Rural

evair 13 7
Foto: Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

Vice-presidente da Comissão de Agricultura e coordenador da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), Evair de Melo (PP-ES) será o relator do Projeto de Lei 10.499/18 que define e regula a concessão de Crédito Rural aos produtores e dispõe também sobre a Cédula de Crédito Rural, Nota Promissória Rural e a Duplicata Rural, chamado de O Novo Manual do Crédito Rural.

“Este é o momento de avançarmos, realizando os ajustes necessários para que o país passe a contar com uma legislação moderna. Tirar o crédito das incertezas anuais e planejá-lo a médio e longo prazo. Vamos trabalhar de forma compartilhada, a fim de termos um texto novo, inteligente, prático e, acima de tudo, mais justo”, diz o deputado.

Evair teve atuação importante na aprovação da Lei do Refis Rural (13.606/18), que criou o Programa de Regularização Tributária Rural (PRR) e que facilitará a renegociação dos débitos com o Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural). O parlamentar é autor da emenda (artigo 36), que permite a renegociação de dívidas de operações de crédito rural de custeio e investimento contratadas até 31 de dezembro de 2016, lastreadas com recursos controlados do crédito rural, inclusive aquelas prorrogadas por autorização do Conselho Monetário Nacional, contratadas por produtores rurais e por suas cooperativas de produção agropecuária em municípios da área de atuação da Sudene e do estado do Espírito Santo.

O parlamentar também foi membro da Comissão Externa da Câmara que investigou as causas e propôs soluções para o endividamento agrícola. Em abril, a comissão sob a liderança de Evair realizou uma audiência pública na ExpoSul Rural 2018, em Cachoeiro de Itapemirim (ES).

Manual

De autoria do deputado federal Covatti Filho (PP-RS), o projeto do Novo Manual define o Crédito Rural como “o suprimento direto ou indireto a pessoa física ou jurídica, por instituição financeira com autorização específica do Banco Central BC, de recursos financeiros destinados à estruturação, à produção, à comercialização, a outras situações afetas à atividade rural e à transformação ou industrialização da produção agropecuária, aquícola, florestal, extrativa ou a resultante da integração dessas atividades”. O Conselho Monetário Nacional (CMN) será o órgão encarregado de regular a concessão deste instrumento aos produtores, bem como a Cédula de Crédito Rural.

Na justificativa do projeto, o deputado Covatti Filho afirmou que o objetivo da proposta é dar flexibilidade à legislação, sem deixar de lado o amparo aos operadores de crédito rural. “O texto oferecido para a apreciação desta Casa legislativa cede espaço para a simplificação e privilegia a transparência. É uma tentativa de tornar o crédito rural mais atrativo para a atuação das instituições financeiras, especialmente as privadas, que tanto criticam a complexidade de suas regras e o custo de observância inerente a suas operações”.

Clique aqui para ler o texto completo da proposta.

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: