AgroBrasília aquece economia do DF e de municípios vizinhos

DCIM100MEDIADJI_0040.JPG
Feiras Internacional dos Cerrados deve receber mais de 115 mil pessoas neste ano – Divulgação

A AgroBrasília – Feira Internacional dos Cerrados não é apenas uma das maiores vitrines da pujança, da modernização e do dinamismo do agronegócio do Planalto Central. A exposição, que ocorre de 14 a 18 de maio, no Parque no Ivaldo Cenci, PAD-DF, BR-251, Km 5, também contribui para movimentar a economia de Brasília e da Região de Desenvolvimento Integrado do DF e Entorno (Ride) nesses quatro dias, diz o coordenador-geral da AgroBrasília, Ronaldo Triacca.

Além do impacto pontual nos negócios que envolvem o setor agropecuário – como a contratação de financiamento rural em bancos públicos e privados e cooperativas de crédito e a venda de insumos, máquinas e implementos, veículos, genética animal e vegetal e soluções tecnológicas, entre outros itens -, a AgroBrasília movimenta as áreas de hotelaria, bares e restaurantes, transporte de cargas, postos de combustíveis, borracharias e gera inúmeros empregos diretos e, principalmente, indiretos.

Embora ressalve que ainda não há estudos sobre o impacto real da AgroBrasília na economia regional, Ronaldo Triacca diz que é inegável que a feira aquece os setores de comércio e serviços, notadamente nas regiões administrativas de São Sebastião, Paranoá, Planaltina e Brasília, além dos municípios vizinhos de Cristalina, Luziânia, Formosa – os três em Goiás – e Unaí (MG).

ronaldo triacca youtube
Ronaldo Triacca, coordenador-geral da AgroBrasília: Feira movimenta economia local  Youtube/Reprodução

“Acredito que haja um acréscimo de 30% na taxa de ocupação dos hotéis das cidades vizinhas”, observa Ronaldo Triacca. “Em Brasília, o impacto deve ser bem menor, da ordem de 15%, porque a rede hoteleira já absorve um contingente expressivo de hóspedes por causa do movimento relacionado à política e a questões administrativas na área federal.”

Ronaldo Triacca sublinha ainda que a AgroBrasília também aquece os setores de alimentação e serviços nessas localidades. “Há aumento no movimento dos setores de alimentação, de comércio de combustíveis, de borracharias e do transporte de carga. Aliás, o impacto da logística de estruturação da feira vai além do Planalto Central, porque muitos equipamentos e implementos são transportadores de outros estados para cá.”

Na edição de 2018, o total de negócios fechados na AgroBrasília alcançou R$ 1,1 bilhão. A feira recebeu 440 expositores e 115 mil visitantes. A expectativa dos organizadores da exposição é superar estes números em 2019.

A feira deve receber, este ano, visitantes de pelo menos 20 estados. Parte desse público será formado pelos produtores rurais que estão organizando caravanas para participar da manifestação do Movimento Brasil Verde e Amarelo, no dia 16 de maio, na AgroBrasília, em apoio às reformas da Previdência e tributária e ao pacote anti-corrupção.

 

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: