Agricultor é morto por enxame de abelhas no interior do RS

abelhas ronaldo rosa embrapa 20 01 2020
Foto: Ronaldo Rosa/Embrapa

O agricultor Adair Balen, 60 anos, morreu nesta segunda-feira 20 ao ser atacado por um enxame de abelhas, na localidade de Linha Subida Grande, em Ronda Alta, no interior do Rio Grande do Sul.

De acordo com familiares, a vítima saiu por volta das 8h para tirar pasto a cerca de 500 metros de sua residência. No local, o homem foi atacado por um enxame de abelhas. Ele chegou a correu por alguns metros, tentando se desvencilhar, mas não conseguiu.

O Samu, a Brigada Militar e Polícia Civil de Ronda Alta foram chamadas ao local. No entanto, a vítima já estava morta quando chegaram.

Com equipamento adequado e utilizando-se de fumaça, vizinhos ajudaram a afastar as abelhas.

Segundo a Rádio Navegantes, apenas na última semana, este foi o terceiro ataque de abelhas registrado no município de Ronda Alta.

Recomendações

A orientação das autoridades é que a população tome alguns cuidados:

*Evitar movimentos bruscos e excessivos quando próximo a colmeias;

*Não gritar, porque as abelhas são atraídas por ruídos, principalmente os agudos;

*Evitar operar qualquer máquina barulhenta próximo a colmeias. Examine a área de trabalho antes de usar equipamentos motorizados;

*Ensinar as crianças a se prevenir e não matar as abelhas, vespas ou marimbondos;

*Se for atacado, proteja o pescoço e o rosto das picadas, com a ajuda de uma camisa ou outra vestimenta. Se a ferroada ocorrer na cabeça e/ou pescoço, procure imediatamente auxílio médico;

*Pessoas alérgicas a picadas de insetos devem evitar caminhadas em áreas de mata;

*Caso seja alérgico a picadas, peça orientação a um médico;

*Caso alguém seja picado, é importante que faça a remoção imediata dos ferrões, pois eles continuam liberando peçonha gradativamente. A sua retirada interrompe esse processo;

*Afaste os animais domésticos do enxame porque qualquer barulho pode irritar o enxame e desencadear o ataque;

*Após a picada, a abelha perde seu ferrão e a bolsa de peçonha e morre. No entanto, isso não ocorre com vespas e marimbondos. Após picar, eles estão prontos para atacar novamente;

*Em casos de formação de colmeias em residências, o proprietário deve acionar um apicultor especializado para a remoção do foco. Nos casos mais críticos, acionar o Corpo de Bombeiros pelo telefone 193.

*Da redação, com Rádio Navegantes

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta