Programa Produtos Premium vai impulsionar cadeia do azeite de oliva gaúcho

O setor produtivo de azeites de oliva produzidos no Rio Grande do Sul será contemplado pelo Programa Produtos Premium, do governo do estado. O projeto tem o objetivo de organizar e promover a produção, agregando valor aos produtos agropecuários gaúchos, por meio da inovação e do conhecimento. E, como consequência, estimular a economia e todos os elos que participam dessa cadeia.

A decisão foi aprovada por unanimidade pelo comitê gestor do programa, que conta com a participação das secretarias de Inovação, Ciência e Tecnologia (SICT), de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), de Desenvolvimento Econômico (Sedec) e de Meio Ambiente e Infraestrutura (Semai), além da Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapergs), O azeite de oliva será o segundo produto a ser chancelado. O primeiro foi a carne, que já está em andamento.

Segundo o presidente da Instituto Brasileiro de Olivicultura (Ibraoliva), Renato Fernandes, a medida é um estímulo importante para que a olivicultura alcance um novo patamar e se fortaleça como um setor produtivo com cada vez maior representatividade no agronegócio. A entidade foi ouvida pelos representantes do programa e expôs a realidade e as demandas prioritárias da cadeia produtiva.

“Entre as prioridades, estão a criação de um selo oficial, a certificação com denominação de origem controlada (DOC) de um terroir próprio do Rio Grande do Sul e a formação de um laboratório sensorial de azeite de oliva. Estamos felizes que o azeite gaúcho, extravirgem e de altíssima qualidade esteja sendo contemplado. Vamos trabalhar junto com o governo do estado para qualificar e melhorar tudo o que for possível”, diz Fernandes.

O próximo passo será a indicação de nomes para um grupo de trabalho, composto por especialistas das próprias secretarias envolvidas e outras instituições. Eles definirão os critérios para reconhecimento de um azeite premium e organizarão as ações de trabalho a serem desenvolvidas de acordo com as demandas apresentadas. “Procuramos pessoas com expertise em cada área que será trabalhada. Depois montaremos o plano de ação, o Ibraoliva contribuirá para nos apresentar seus anseios. O grupo de trabalho identificará as ações de acordo com as demandas e proporá soluções sempre em comum acordo com as lideranças do setor. As demandas já identificadas são: critérios para diferenciação dos azeites de oliva, capacitação de azeitólogos, laboratório de análise sensorial, rastreabilidade e até proteção contra fraudes e oportunistas. Todas foram demandas apontadas como importantes”, informa Silvia Regina Schumacher, nutricionista e assessora técnica do Comitê Gestor.

“Queremos que o empreendedor reconheça que a inovação é fundamental para qualquer processo e em qualquer produto. Ao agregar valor, ele certamente vai se destacar no mercado. Criamos o ‘caminho das pedras’ para quem quer inovar, com o lançamento do Guia para Produção de Produtos Premium. O objetivo do programa também é divulgar esses produtos para mostrar o que o Rio Grande do Sul tem de inovador”, completa.

 

 

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: