Seca prejudica milho e reduz em 13,8% estimativa de safra do DF e Entorno

Foto: Embrapa

A estimativa de nova queda na produção de grãos no Distrito Federal e na Região do Entorno chega a 13,8%, de acordo com o 11º Levantamento da Safra de Grãos 2020/2021, divulgado na última terça-feira (10) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O volume total previsto é de aproximadamente 752 mil toneladas. Se este número se confirmar, serão cerca de 120 mil toneladas a menos em comparação à safra 2019/2020. O resultado é consequência direta da baixa produtividade do milho segunda safra, que sofreu forte estresse hídrico, principalmente em lavouras cuja semeadura ocorreu fora da janela ideal de cultivo.

Além da seca, que impactou drasticamente as lavouras de milho segunda safra, outro fator que afetou negativamente a cultura foi o ataque das cigarrinhas, que prejudicou o rendimento médio deste cereal. A produtividade estimada na região ficou em 4.270 quilos por hectare. A produção total de milho está prevista em 366.212 toneladas, 24% inferior à safra passada (481,6 mil toneladas). A área com cultivo do cereal, cerca de 60 mil hectares, está próxima à anterior (61,2 mil hectares).

A soja, principal produto da região, já foi totalmente colhida e teve um leve aumento na produção, passando de 290,6 mil toneladas (2019/20) para 292 mil toneladas (2020/21), em virtude do incremento de 5,4% na área plantada com a oleaginosa, compensando, assim, a redução de 4,6% na produtividade.

O feijão segunda safra está com a colheita concluída em uma área de 1.200 hectares, 7,7% inferior à passada, em virtude da substituição pelo cultivo do milho nas áreas antes cultivadas com o feijão caupi. A produtividade média, considerando as três safras, fechou em 2.712 quilos por hectare (ponderação entre feijão cores, preto e caupi), resultando uma produção total estimada em 39.866 toneladas.

Com relação ao trigo – outra importante cultura produzida no DF –, na modalidade sequeiro, a área cultivada foi de 1.700 hectares e produtividade média estimada em 2.100 quilos por hectare, enquanto na modalidade irrigada a área plantada foi de 1.050 hectares com produtividade média de 6.700 quilos por hectare. Assim, a área total cultivada com o cereal foi de 2,8 mil hectares com produtividade média estimada de 3.856 quilos por hectare, podendo alcançar uma produção de 10.604 toneladas, ponderando as duas modalidades de cultivo.

No Distrito Federal, a pesquisa de campo para atualização da safra foi realizada na semana de 19 a 23 de julho.

Clique aqui para acessar o Boletim de Grãos de agosto de 2021 da Conab.

Da Conab

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: