Cooperativas educacionais se reúnem no Piauí

cooperativas educacionais piaui
Foto: OCB/Sescoop/PI/Divulgação

Constituídas de diversas formas (por pais, professores, alunos ou mistas), as cooperativas educacionais têm a mesma finalidade: oferecer educação de qualidade a crianças e jovens e oportunidade de trabalho a profissionais de educação. Por isso, trocar experiências, alinhar conhecimentos e estreitar relacionamentos é vital para esse tipo de negócio.

Foi com esse objetivo, o de melhor cada vez mais por meio do fortalecimento institucional, que gestores e cooperados de diversas cooperativas da Região Nordeste participaram, nos dias 3 e 4, em Teresina (PI), do 1º Encontro de Cooperativas Educacionais.

O evento foi realizado pelas unidades do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop) do Piauí e de Pernambuco. A programação contou com palestras, painéis, apresentação de casos de sucesso e atrações musicais.

Na abertura do evento o presidente do Sescoop/PI, Leonardo Eulálio, e o conselheiro fiscal do Sistema OCB/PE, José Paiva de Sousa, reforçaram a importância do encontro para o desenvolvimento sustentável do ramo educacional.

SomosCoop

A gerente de Comunicação da unidade nacional do Sistema OCB, Daniela Lemke, apresentou o movimento SomosCoop, iniciativa que valoriza o trabalho de quem já conhece a arte de cooperar e que evidencia à sociedade a relevante contribuição do cooperativismo para o país. Ela discorreu sobre o surgimento do movimento, seus desafios e fases atuais, convidando todos a conhecerem ainda mais as estratégias do SomosCoop.

“Aproveito para informar que temos produzido uma websérie, com episódios que mostram, na prática, como o cooperativismo transforma a realidade das famílias brasileiras. São histórias reais e inspiradoras que todos merecem conhecer”, disse Daniela.

Cooperjovem

O programa Cooperjovem, por meio do qual temas relacionados ao cooperativismo são trabalhados em mais de 600 colégios brasileiros, também foi destaque no evento. A iniciativa do Sescoop, que conta com o apoio de cooperativas madrinhas, já beneficiou mais de 100 mil alunos que aprendem, na prática, o poder transformador da cooperação. O programa já foi abraçado por 80 cooperativas, envolvendo mensalmente mais de 2,6 mil professores.

Ramo educacional

A analista técnica e econômica, Carla Neri, responsável pelo ramo educacional no âmbito da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), apresentou o desenvolvimento do ramo educacional sob a ótica do conselho consultivo e das ferramentas de gestão. Ela explicou o trabalho das OCB em prol da consolidação de um ambiente favorável para que o ramo reconheça os gargalos e oportunidades que têm diante de si.

Para ela, o evento foi uma grande oportunidade de conhecer melhor o cooperativismo educacional no Nordeste. “Os cases mostraram o quanto engajamento e motivação podem levar longe a bandeira do movimento cooperativista, mostrando à sociedade que as cooperativas são ferramentas extraordinárias de desenvolvimento socioeconômico, capazes de transformar o país”, avaliou.

Lei 12.690/2012

A analista da assessoria jurídica da OCB, Milena Cesar, apresentou os principais aspectos jurídicos trazidos pela Lei nº 12.690/2012, como o número mínimo de cooperados, os direitos sociais, a necessidade de provisionamento de recursos para garantir o cumprimento desses direitos, a composição diferenciada dos órgãos sociais e a realização de assembleias gerais especiais.

Além disso, tratou da importância da adequação à legislação pelas cooperativas educacionais enquadradas na Lei nº 12.690/2012 e ainda apresentou os riscos decorrentes da desconformidade legal. Segundo Milena, “as cooperativas que estão enquadradas nesta lei, mas que ainda não se adequaram às exigências legais, devem procurar as unidades estaduais para auxiliá-las nesse processo, além de participar dos programas de monitoramento oferecidos pelo Sescoop.”

Da redação, com OCB

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: